Sem categoria

Aprenda quais os biotipos corpóreos e qual a importância deles para o praticante de musculação.

A todo momento ouvimos: “Todo ser humano é único”“O que serve para um não vai servir para o outro” e coisas deste tipo. O que posso dizer é que isso é uma verdade. Cada um de nós possui um biótipo corpóreo, particularidades físicas e metabólicas e por isso, o que funciona para o cara da televisão emagrecer e/ou ganhar massa, pode não funcionar para você.

 

Ectomorfos: Os ectomorfos geralmente são pessoas que, fisicamente possuem corpos magros cumpridos e possuem pouca musculatura esquelética, bem como baixo percentual de gordura corpórea. Metabolicamente, estes indivíduos tem uma característica muito acelerada e conseguem consumir altos níveis de energia mesmo em estados de repouso, especialmente para suprir as demandas de seus corpos que, geralmente são grandes.

 

Mesomorfos: O segundo biótipo é o dos Mesomorfos, indivíduos estes com grandes ossos, mas ossos largos e com uma estrutura muito propensa ao ganho de massa muscular. Ao mesmo tempo que possuem relativa altura, também possuem boa densidade e largura óssea. Seu metabolismo não é rápido como o de um ectomorfo, mas, não é lento, sendo muito propenso ao desenvolvimento de massa muscular.

 

Endomorfos: Talvez esse seja o principal biotipo entre as mulheres, especialmente nos termos metabólicos, isso porque, endomorfos não possuem ossos tão grandes em comprimento, mas sim, em largura. Além disso, possuem cintura larga e pernas densas.Com maior chance de acúmulo de gordura corpórea devido ao metabolismo mais lento do que nos outros casos, esses são indivíduos que devem ter uma dieta mais controlada, mesmo no caso de offseason, pois se não engordarão muito.

 

Matéria publicada por: Diego Bianchi – Personal Trainer – CREF 110298

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blog 4Personal